A História da Tapioca

Você conhece a história da Tapioca? Sabe sua origem e como se transformou num alimento que é muito consumido atualmente. Em dietas, principalmente por não conter glúten e com recheios dos mais variados ela é uma delícia.

A Tapioca é atualmente conhecida em todo Brasil, em diversos Estados e até mesmo no exterior. Em algumas regiões é conhecida como Polvilho Doce (no Centro Oeste, Sudeste e Sul) e em outra como Goma (Nordeste e Norte).

Sua composição nada mais é que Fécula de Mandioca (extraída do suco do bagaço, já o beiju é feito da polpa ou bagaço da mandioca) e para ser usada precisa de uma hidratação. Seja como água ou com sucos de verduras ou frutas. Mas não pense que esse processo é simples, porque se tiver excesso de líquido fica mole demais, não tendo condições de peneirar. Já se muito seca acabamos com uma tapioca esfarelada e quebradiça.

A História da Tapioca

A história da Tapioca em sua Origem

É um alimento reconhecido como patrimônio histórico e artístico cultural imaterial brasileiro pela UNESCO. A origem é Milenar e do Povo Ameríndia. Segundo a Wikipédia,  é uma iguaria tipicamente brasileira, de origem indígena e descoberta em Pernambuco.

Não existe uma tapioca legítima ou verdadeira, como muitos dizem por ai, cada região possui a sua própria tapioca legítima ou verdadeira, o que existe é a tapioca universal, aquela simples sem recheio, sem sal nem açúcar e sem coco purinha.

O processo de produção acontece da seguinte forma: descasca-se a mandioca, depois tritura até  chegar no ponto de uma massa bem fina. Mistura-se água e depois peneira. Vai permanecer em descanso até decantar.

Assim que estiver separada em duas partes (água e goma da mandioca) se inicia o processo de secagem podendo ser de forma natural (exposta ao sol) ou artificial (máquinas próprias).

O que é um fato curioso é a simplicidade no preparo da tapioca, que consiste em colocar essa farinha numa frigideira cobrindo todo o fundo. Com o calor, tudo se une formando a base da Tapioca conhecida atualmente.

Tipos de Tapiocas

As tapiocas podem ser tradicionais, aquelas que levam recheios simples, ou tapiocas especiais, também conhecidas como tapiocas gourmet, que levam recheios mais complexos, melhor adaptados ao gosto dos apreciadores contemporâneos.

Poderão ser doces ou salgadas, elas aceitam todo tido de recheio e criatividade, qualquer coisa que sirva para rechear um simples pão, uma pizza ou crepe, certamente servirá para rechear uma tapioca igualmente.

Na sua forma pura não contém glúten, nem lactose e é de baixa caloria, o cuidado deve ser com a escolha dos recheios que podem estragar tudo isso.

Atualmente muitas dietas de emagrecimento indicam o consumo da Tapioca justamente pela baixa caloria.

Tapioca mexe com a Economia do País

Com o aumento no consumo da Tapioca produtores do Sergipe se animam e segundo o site Globo Economia “tapioca cai no gosto do paulistano e mexe com os negócios no campo. Norte e Nordeste concentram a maior parte da produção no país”

O Site SM Supermercado Moderno publicou um artigo muito interessante mostrando que uma estratégia de negócio turbinou vendas “Exposição inovadora turbina vendas de massa de tapioca no Futurama”

No caderno do Estão PME (Pequenas e Médias Empresas) apresentou uma matéria onde uma “Pernambucana faz sucesso com a venda de tapioca na Alemanha”

E pra finalizar vemos que o SEBRAE apresenta que “Novos Hábitos de Consumo Potencializam Oportunidades para a Tapioca”

Como podemos ver a Tapioca é uma iguaria conhecida no mercado Brasileira e em alguns outros países e uma Excelente Oportunidade de Negócio.

Quer saber como você pode aproveitar a Tapioca e ter um Negócio Próprio ?

Meu Negócio tem Tapioca